Richard Stallman's personal site.

http://stallman.org

For current political commentary, see the daily political notes.

RMS' Bio | The GNU Project


Engenharia geniética

Escrito por Richard Stallman, 2001.
Traduzido por Vítor De Araújo, 28/10/2008. Ver original

Caro Arthur,

Eu não posso lhe dar a entrevista pela qual você vem suplicando, mas pelo menos eu posso agora explicar como fui capaz de mudar de área e realizar tanto em um tempo tão curto. Esta não é toda a história, mas você vai descobrir o resto em breve.

Cinco anos atrás, antes de me tornar uma bióloga, eu possuía uma loja de antigüidades. Quando eu liguei uma peculiar lâmpada velha, para testá-la, levei um choque -- e não do tipo elétrico. Em vez de acender, ela liberou uma grande nuvem de fumaça que coalesceu em um gênio. Ele me ofereceu os costumeiros três desejos.

Eu rabisquei meu primeiro desejo em um bloco de notas, então li em voz alta para evitar enganos. "Meu desejo é que todas as pessoas se tornem e permane├žam invulneráveis a qualquer tipo de doença, disfunção corporal, degeneração física ou envelhecimento. Elas permanecerão vivas, e continuarão pensando, sentindo e agindo como pessoas saudáveis... o que você disse?"

"Ahn, pode haver uma dificuldade com esse desejo", disse o gênio, hesitante. "Talvez você devesse desejar alguma outra coisa."

"Como assim, outra coisa? Isto é o que eu quero."

"Um desejo como esse é... não-ortodoxo. Ninguém nunca pede coisas assim." Ele parecia embaraçado.

"Mas certamente você já curou doenças antes. Você não pode lidar com isso?"

"Não é a mesma coisa, e eu não consigo conciliá-lo com nossos costumes."

"É simples. Você disse que concederia três desejos. Você não pode voltar atrás agora. Eu lhe disse um desejo; agora faça-o."

"Eu mesmo não posso tomar a responsabilidade por tal desvio. Vou ter que pedir conselho."

"Tudo bem, peça. Só não espere que eu o vá deixar escapar."

O gênio se fez fumaça novamente e procurou por uma chaminé para sair, mas teve que se contentar com a abertura do correio. Ele se rematerializou uma hora depois; um peso real teria passado através dele, mas ele parecia carregar um peso imaterial. "Esse desejo é muito grande para ser apropriado. Você não pode mudar o mundo todo. Seus desejos têm que ser relacionados diretamente a você. Você não pode desejar algo que seja pertinente a você como indivíduo?"

"Eu deveria insistir, mas vou tornar as coisas fáceis para você. Vou desejar um tipo de poder sem precedentes."

O peso se removeu dos ombros do gênio. "Agora sim, essa é a idéia. Que tipo de poder?"

"O poder de tornar as pessoas seguras de doença e deterioração, quando me virem. Quando qualquer pessoa me vir, o poder trabalhará e a fará permanentemente invulnerável a qualquer tipo de doença, disfunção corporal, degeneração física ou envelhecimento. Essas pessoas permanecerão vivas, e continuarão pensando, sentindo e agindo como pessoas saudáveis. Não haverá nenhum sinal exterior de mudança... e agora?"

"Oh, querida, eu pensei que tivéssemos nos entendido. O desejo deve ser algo pessoalmente para você." O peso estava de volta, só que mais pesado.

"E este é. Qualquer poder decente afeta outras pessoas, e você já deu poderes a pessoas antes. Se eu desejasse o poder de sempre vencer no xadrez, você consentiria?"

"Sim, eu dei esse poder a um homem algumas décadas atrás. Pena que ele se tornou instável. Você gostaria desse poder?"

"Então por que não o poder de tornar outras pessoas saudáveis e jovens?"

"Terá que haver uma discussão sobre isto. Terei que lhe dar resposta mais tarde. Pode levar algum tempo. Você não precisa ficar aqui para me esperar; eu posso encontrá-la."

Na noite seguinte, o gênio materializou-se do meu ar condicionado. Ele não parecia gostar do que tinha para dizer.

"Não me é permitido conceder o desejo. Você está causando dificuldades desejando coisas para outras pessoas. Por que você não deseja algo para si mesma, algo para agradá-la pessoalmente?"

"Beneficiar a humanidade dessa maneira me daria mais prazer do que qualquer coisa que eu possa imaginar. O que você está procurando? Por que você objeta desejos solidários?"

"Para dizer a verdade... espera-se que o seu desejo seja egoísta, para que o final mostre como você foi trouxa. Onde estariam os gênios, concedendo desejos sábios e nobres?"

"Quer dizer que você renega sua palavra?"

"Talvez se você puder encontrar outro desejo..."

Eu não conseguia encontrar nenhum meio de burlar as restrições, mas eu encontrei um meio de encontrar um meio. "Tudo bem. Vou desejar algo egoísta. Algo que me beneficie diretamente."

"Estou tão aliviado... qual é o seu desejo?"

"Primeiro, eu quero me tornar muito mais inteligente. Quero ser muito melhor em resolver qualquer tipo de problema do que qualquer pessoa que já tenha vivido. Obviamente, eu não devo perder nenhuma das minhas outras habilidades mentais (ou físicas) quando eu adquirir esta."

"Muito bem, está feito." Eu não demonstrava nenhum sinal da mudança.

"Meu segundo desejo também é pessoal. Eu quero me tornar e permanecer invulnerável a qualquer tipo de doença, disfunção corporal, degeneração física ou envelhecimento. Eu permanecerei viva, e manterei minhas capacidades de pensar e sentir e agir, impedindo ferimentos graves do tipo que comumente mata ou aleija pessoas saudáveis na flor da vida. Não haverá nenhum sinal exterior da mudança exceto pela ausência de doença, incapacidade, degeneração e envelhecimento.

"Faça isto modificando a natureza e o funcionamento interno do meu corpo, de modo que as mudanças sejam herdadas normalmente. E a inteligência superior também; eu quero que meus filhos tenham todas essas vantagens. Ou incluir meus filhos é egoísta demais?" Eu perguntei apenas para distrair o gênio da importância desta especificação; eu tinha calculado que ele aceitaria, e não queria que ele reconhecesse as implicações, ou objetasse que isso era mais de um desejo.

"Sem problema, cuidar somente da sua família é apenas um tipo de egoísmo. Está feito. E o terceiro desejo?"

"De agora em diante, eu terei controle consciente sobre minha ovulação. Ela só vai ocorrer quando eu decidir firmemente fazê-lo. Esta mudança não deve prejudicar a minha fertilidade quando eu decidir ovular, ou a saúde da minha prole, ou quaisquer outras faculdades que eu tenha. E tem que ser herdável também." Somente contracepção embutida poderia controlar as conseqüências da longevidade aumentada que eu planejava dar ao mundo.

"Assim é. Estou feliz de ter sido útil, e adeus." Ele apressou-se em ir e tirar estes contratempos da mente.

No dia seguinte eu vendi a loja e comecei minha carreira em bioquímica. Eu tinha que descobrir tanto o funcionamento humano normal, que eu publiquei, quanto as mudanças químicas e genéticas que o gênio realizou em meu corpo, secretamente. Insistindo em que elas pudessem ser herdadas normalmente, eu garanti que o gênio as implementaria mudando meus genes. Agora eu só tinha que descobrir o que ele havia feito, e como trasmitir as mudanças para outros.

Eu decidi trabalhar na inteligência aumentada primeiro, para que eu tivesse companhia. Você já ouviu falar da misteriosa doença das "manchas quadradas", tenho certeza. Esse foi o meu primeiro produto, um vírus que confere inteligência como a minha. (A característica das manchas quadradas é um indicador para diagnóstico confiável.) Quando você a contrair, apenas fique de cama e coma bastante proteína, e você ficará melhor, e mais inteligente, em aproximadamente duas semanas. Ela continua contagiosa por uma semana após isso.

Alguém certamente vai ficar irritado com isto, então eu vou me esconder assim que a história for publicada. Mas depois do vírus, você não terá problemas para me encontrar; as pistas nesta carta lhe dirão onde. Por favor publique este texto intacto, para que as pistas não sejam distorcidas. Eu quero que as pessoas me contatem depois de contraírem o vírus, para que nós possamos trabalhar juntas no envelhecimento, nas doenças e na ovulação voluntária. Eu também tenho uma idéia para um detector de gênios para que nós possamos obter mais desejos.

Sua amiga,
Ethel